4 estratégias para gerenciar equipes remotas com mais sucesso

25, Mai. 2022

por Tanvir Bhangoo- Fonte 

Desde a década de 1990, vimos grandes indústrias serem interrompidas por novas tecnologias e inovações. A comoditização da Internet e da tecnologia, o aumento das demandas dos consumidores e a crescente rivalidade competitiva forçaram as empresas a se adaptar e evoluir. Gerenciar a disrupção tornou o cenário geral dos negócios muito mais rápido, incerto e, às vezes, caótico.

Com a pandemia, tivemos que nos adaptar novamente a regimes de trabalho remotos ou híbridos. Embora tenha muitas vantagens, trabalhar remotamente traz consigo um novo conjunto de desafios que os gerentes precisam enfrentar continuamente. Primeiro, é mais difícil ler a energia de sua equipe quando você não está no mesmo escritório. Em segundo lugar, o número de reuniões tende a aumentar em ambientes remotos, o que tende a diminuir a produtividade. Terceiro, não estar na mesma sala às vezes reduz a velocidade de execução, resultando em gargalos e falhas de comunicação.

Embora trabalhar remotamente tenha seus desafios, aqui estão quatro estratégias que os líderes podem implementar para gerenciar melhor equipes remotas ou híbridas e ambientes disruptivos:

1. Construa uma equipe para adaptabilidade

A capacidade mais importante para navegar em um mundo de disrupção é a adaptabilidade. As equipes que são construídas com ênfase na adaptabilidade são capazes de dinamizar e mudar de direção muito mais rapidamente e têm maior probabilidade de resolver problemas que não viram antes. Essas equipes também são capazes de navegar pela natureza do trabalho remoto.

Os membros adaptáveis ​​da equipe mantêm a mente aberta e podem estar mais inclinados a encontrar novas maneiras de colaborar uns com os outros, e pode ser mais fácil para eles girar continuamente para mudar os regulamentos ou regras. Em outras palavras, ser adaptável permite que as equipes realizem o trabalho, estejam trabalhando no escritório, no local do cliente ou remotamente. 

2. Obtenha o buy-in 

Antes de iniciar sua jornada, concentre-se em fazer com que sua equipe compre sua visão e missão. Mostre à sua equipe por que os objetivos são importantes e o prêmio que aguarda todos do outro lado da jornada. Estar comprometido torna sua equipe mais propensa a enfrentar incertezas e mudanças, especialmente quando as coisas ficam difíceis. Isso também pode reduzir a necessidade de supervisão constante ou microgerenciamento.

Uma equipe que está comprada também sente mais responsabilidade com seu trabalho e uns com os outros. Isso garante que as equipes estejam focadas em obter resultados enquanto apoiam umas às outras ao longo do caminho. A sensação de investimento resultante também ajuda, pois o esgotamento continua aumentando e os limites entre trabalho e vida continuam a ficar borrados enquanto se trabalha em casa.

3. Forneça um plano claro e estabeleça metas

Quando as coisas ficam caóticas, ajuda a definir claramente seu roteiro e atribuir ações-chave à sua equipe com propriedade e responsabilidade. Quando disperso e enfrentando a incerteza, direção é o que uma equipe mais precisa. Fornecer à sua equipe um plano de ação claro não apenas faz você seguir o mesmo caminho, mas também pode torná-lo mais produtivo.

Ser claro em suas entregas e estabelecer marcos concretos pode ajudar a reduzir as distrações, facilitando a navegação pela incerteza e pela mudança. Isso também pode reduzir as reuniões virtuais para membros relevantes da equipe que trabalham em direção a um determinado marco, o que pode aumentar a produtividade geral da equipe e economizar tempo valioso.

4. Comemore as pequenas vitórias

Quando você está executando e sendo puxado em várias direções, é difícil dar um passo atrás do âmago da questão do dia-a-dia. A maior parte do trabalho que fazemos em tempos de transformação não produz resultados imediatos – leva tempo. Especialmente quando dispersos por diferentes cidades ou países, é difícil ver o progresso que fizemos se não fizermos um esforço consciente para ver a floresta, não apenas as árvores. Com o tempo, isso pode contribuir para o esgotamento e diminuir a produtividade.

Celebrar as pequenas vitórias ajuda sua equipe a ver o progresso que estão fazendo todos os dias e coloca as coisas em perspectiva. Também une a equipe, o que é essencial quando se trabalha remotamente e não está obtendo a interação social de que precisamos


Matéria na Revista Insurance Corp Edição 41, pág 38 - Capacitação em alto nível- Parceria ABGR e QSP

A Edição 41 da Revista Insurance Corp traz na pág 38, matéria sobre a parceria ABGR e QSP – Centro da Qualidade, Segurança e Produtividade em prol do desenvolvimento educacional em Gestão de Riscos. Informações sobre o Curso de Capacitação em Gestão de Riscos, que além de capacitar os participantes na norma ISO 31000:2018 também é um curso preparatório para o Exame para obtenção da Certificação Profissional Internacional C31000. O curso preparatório lançou sua 51ª turma em abril, com o exame nacional realizado no dia 27. Uma próxima turma será aberta de 16 a 23 de maio, das 8h30 às 11h30. O exame acontecerá no dia 25 de maio. Outras informações por meio do e-mail abgr@abgr.com.br. Associados ABGR têm desconto para inscrições antecipadas.

Ed. 41 Revista IC: http://insurancecorp.com.br/pt/content/pdf/ic_ed41_2022.




Curso Preparatório e Certificação Profissional Internacional em Gestão de Riscos.

Associados ABGR têm desconto para inscrições antecipadas. Solicite mais informações através do

e-mail: abgr@abgr.com.br 



A ABGR apoia o XVI Fórum IBEF Oil, Gas & Energy 2022 . Participe!

ASSOCIADO ABGR INSCREVA-SE COM DESCONTO CLICANDO EM

https://agenda.ibefrio.org.br/curso/xvi-forum-ibef/?parceiros=ibefrio



 A ABGR participou de cerimônia de posse da CNseg e Federações.